Soft Skill e Hard Skill – decifrando os termos!

Publicado em 23 de janeiro de 2018 |

Provavelmente você já ouviu falar em soft skills e hard skills, mas talvez ainda não saiba bem diferenciar uma coisa da outra e tampouco como tudo isso pode influenciar a sua vida e a sua carreira.

Muitas das grandes empresas já utilizam os dois termos no dia a dia. Utilizam especialmente ao fazer um processo seletivo e contratar um novo funcionário. Ou ainda na hora de montar um time para um novo projeto.

Mas, afinal, o que isso significa? Confira o nosso post de hoje e entenda um pouco mais sobre o assunto!

Hard skill e as competências técnicas

Em primeiro lugar, vale saber que a palavra skill pode ser traduzida do inglês como habilidade, ou seja, o talento ou a capacidade de uma pessoa para fazer determinada coisa. Sendo assim, a principal diferença fica entre os termos “hard” e “soft”.

Apesar de hard normalmente transmitir o conceito de pesado, difícil ou duro, nesse caso a palavra está mais voltada para a ideia das competências técnicas das pessoas. As hard skills compreendem tudo aquilo que pode ser facilmente mensurável, aprendido e quantificado.

Por exemplo, quando uma pessoa monta o seu currículo ela coloca basicamente alguns dados sobre a sua formação e seus conhecimentos,  como as ferramentas ou técnicas que ela domina. Logo, como hard skills podemos considerar, entre outros:

  • cursos de graduação, pós-graduação, especialização etc;
  • idiomas;
  • certificações;
  • domínio de ferramentas, como Excel ou Photoshop.

Na maioria das vezes, essas são as primeiras características avaliadas em um processo seletivo para saber se a pessoa atende às necessidades da vaga. Contudo, nos dias de hoje, outras habilidades têm chamado a atenção nesse momento: as soft skills.

Soft skill e as habilidades comportamentais

O mundo parece ter percebido que nem sempre um profissional competente é aquele que apresenta o maior número de habilidades técnicas. De fato, em muitos casos essa capacidade técnica é essencial para conseguir lidar com as atividades propostas. Mas atualmente, essas divisões de áreas têm sido cada vez menos importantes.

Temos ótimos vendedores em empresas de tecnologia que sequer são engenheiros. Assim como bacharéis em história são grandes profissionais do marketing. E isso significa que as hard skills não são mais relevantes?

Não necessariamente. Mas as soft skills podem ser grandes diferenciais na formação de uma pessoa, até mesmo a ponto de transformar toda a sua carreira profissional e abrir possibilidades antes nunca imaginadas.

Mas mesmo que isso não aconteça e ela se mantenha a vida toda na mesma área de trabalho, investir nas habilidades comportamentais certamente pode fazer toda a diferença para se tornar um profissional mais completo.

Inclusive, há quem diga que as hard skills podem fazer um candidato ser contratado, mas as soft skills é que permitem que ele permaneça no emprego e conquiste melhores oportunidades.

Na prática, as pessoas que conseguem fazer uma boa combinação dessas duas áreas têm grandes chances de se darem bem. Mesmo porque os desafios estão cada vez mais complexos e é preciso saber lidar com eles de forma abrangente.

Não basta ser um expert em qualquer área se você não consegue se relacionar com as pessoas, transmitir da melhor forma as suas ideias, fazer negociações importantes, ajudar a solucionar conflitos ou motivar a sua equipe de trabalho.

Ou seja, tudo que envolve a sua personalidade e o seu comportamento também é capaz de fazer a diferença. E podem fazer a diferença muito além dos conhecimentos técnicos que você possui.

E, para isso, é preciso trabalhar as suas competências pessoais que são intangíveis ou mais subjetivas — as famosas soft skills, que também são conhecidas como habilidades pessoais ou habilidades do futuro. Dentre elas podemos destacar algumas como:

  • capacidade de comunicação;
  • liderança e trabalho em equipe;
  • gestão de tempo;
  • resiliência;
  • atitude positiva;
  • flexibilidade;
  • criatividade;
  • empatia;
  • inteligência emocional.

E a boa notícia é que essas habilidades podem ser adquiridas e desenvolvidas por qualquer pessoa! Em qualquer fase da vida. Não é incrível? Então, continue acompanhando a nossa página para ficar por dentro das novidades e aperfeiçoar as suas hard skills e soft skills cada vez mais!

Gostou??? Compartilhe